Cronograma capilar para 2021: como adaptar a rotina de cuidados com os fios a cada estação do ano

Já montou o seu cronograma capilar para 2021? A chegada do ano novo é o momento perfeito para colocar em prática aquela velha promessa de cuidar melhor dos cabelos. E nada melhor para ter cabelos bonitos do que uma rotina de cuidados que leve em consideração não só as necessidades das madeixas, como também as estações do ano, já que o clima influencia na aparência e na saúde dos fios.

No verão, por exemplo, é comum que os cabelos fiquem mais ressecados e ásperos devido a forte incidência de raios solares sobre as madeixas. Já no inverno, a baixa umidade do ar também pode ressecar os fios e facilitar a formação de pontas duplas, perda de brilho e quebra. Para prevenir esses probleminhas, confira nossas dicas de como fazer cronograma capilar de acordo com a época do ano!

TIPOS DE CRONOGRAMA CAPILAR: É POSSÍVEL ADAPTAR A ROTINA DE CUIDADOS CAPILARES NO DIA A DIA?

Para quem ainda não sabe, o cronograma capilar é uma técnica que consiste em dividir os cuidados capilares em três etapas que serão alternadas ao longo do mês: hidratação, nutrição e reconstrução. O objetivo é fazer com que os cabelos reponham água, lipídeos e proteínas, três nutrientes essenciais para a saúde da fibra capilar que se perdem devido a agressões químicas (alisamentos e descolorações), mecânicas (pente, escova, prancha, secador etc) e externas (sol, água de mar e piscina, vento, umidade etc).

Assim, é possível adaptar a sua rotina de cuidados capilares e investir em diferentes tipos de cronograma capilar para atender as necessidades que o seu fio esteja apresentando no momento. Cabelos muito danificados por água de piscina e excesso de sol, por exemplo, podem precisar de mais reconstruções do que precisaria em épocas mais frias.

CRONOGRAMA CAPILAR PARA O VERÃO E A PRIMAVERA: SAIBA COMO CUIDAR DOS CABELOS NAS ESTAÇÕES MAIS QUENTES E ENSOLARADAS

Com as temperaturas mais elevadas, sol mais próximo da Terra e mais tempo de lazer em praias e piscinas, o verão pode ser um grande vilão da saúde dos cabelos, já que a combinação de todos esses agentes externos pode provocar ressecamento e opacidade. Se os cabelos coloridos e/ou quimicamente tratados, há chances de desbotamento da cor e quebra.  O mesmo vale para a primavera, que não chega a ser tão quente quanto o verão, mas que também tem dias ensolarados.

Então, como montar cronograma capilar para o verão e a primavera? A primeira dica é intensificar as hidratações, que devem ser feitas de uma a duas vezes na semana, para repor a água que a fibra capilar perde em contato com os raios solares. O segundo protagonista do seu cronograma deve ser a nutrição, para repor os lipídios e reduzir a opacidade. Por fim, a reconstrução capilar deve ser feita uma vez a cada 15 dias, especialmente se você tiver cabelos coloridos ou quimicamente tratados e estiver visitando a piscina e a praia frequentemente.

Exemplo de cronograma capilar para o verão e a primavera:

1ª semana: hidratação, nutrição e hidratação

2ª semana: hidratação, nutrição e reconstrução

3ª semana: hidratação, nutrição e hidratação

4ª semana: hidratação, nutrição e reconstrução

Dica extra: na finalização dos fios, opte por leave-ins, cremes de pentear ou óleos capilares que ofereçam proteção térmica. Esse cuidado ajuda a prolongar os efeitos dos tratamentos do cronograma capilar protegendo as madeixas do calor emitido pelo sol. Outros cuidados com o cabelo no verão e na primavera que você pode adotar é reduzir o uso de ferramentas de calor, como secadores, e deixar os fios secarem naturalmente, além de investir em shampoos hidratantes, reduzindo o uso de linhas detox para uma vez na semana.

CRONOGRAMA CAPILAR PARA O INVERNO E O OUTONO: RESSACA DO VERÃO E DIAS MAIS FRIOS PEDEM ATENÇÃO COM OS FIOS

O outono começa logo após o verão e, nessa época, pode ser que as madeixas ainda estejam com alguns danos acumulados pelo excesso de sol, mar e piscina. Além disso, as temperaturas caem consideravelmente em relação às estações passadas, o que pode ressecar os fios, provocar frizz e opacidade. O mesmo acontece no inverno, só que com ainda mais intensidade, já que as temperaturas e a umidade do ar caem de vez, deixando o tempo seco - o que afeta todo o nosso corpo, inclusive os cabelos.

Uma vez que as lavagens capilares costumam ser menos frequentes nessas estações devido ao frio, o cronograma fica mais curto. Mas antes de saber como montar cronograma capilar para o inverno e o outono, é importante anotar alguns cuidados básicos com os fios nessa época.  Em primeiro lugar, evite lavar os cabelos com água quente para não aumentar o ressecamento, o frizz e a porosidade dos fios. Se possível, lave os cabelos pela manhã para que as madeixas tenham tempo de secar durante o dia, reduzindo o uso de secadores e o risco de dormir com os cabelos molhados, o que pode gerar fungos no couro cabeludo. Caso seja necessário secar os cabelos com secador, lembre-se de sempre utilizar um protetor térmico.

Exemplo de cronograma capilar para o inverno e o outono: 

1ª semana: hidratação e nutrição 

2ª semana: hidratação e hidratação

3ª semana: nutrição, hidratação e reconstrução

4ª semana: hidratação e nutrição

Dica extra: caso tenha cabelos danificados por químicas, coloração ou descoloração, você pode incluir mais uma reconstrução capilar no seu cronograma.

CRONOGRAMA CAPILAR: PRODUTOS ADEQUADOS PARA CADA ETAPA SÃO FUNDAMENTAIS PARA A EFICÁCIA DOS TRATAMENTOS

Além de saber como distribuir os tratamentos do cronograma capilar de acordo com a estação do ano, é importante se atentar aos produtos utilizados em cada etapa. Afinal de contas, são eles os responsáveis por tratar os fios e prevenir ou reverter os danos mais comuns em cada época.

Durante a etapa de hidratação, é indicado procurar por máscaras de tratamento que contenham ativos vegetais que sejam repositores de água, como as essências de algas e extratos verdes. Já na fase de nutrição, vale apostar em máscaras ricas em óleos vegetais, como o óleo de coco e os óleos de flores preciosas, além de óleos capilares que podem potencializar o efeito do tratamento. Já na reconstrução, procure por máscaras ricas em proteínas, como a queratina e as ceramidas.

Se você é do tipo que fica perdida em meio a tantos produtos e não sabe por onde começar, aqui vai uma dica: a Elseve tem tratamentos para todas as etapas do cronograma e também para todos os tipos de cabelo. Para etapa de hidratação, os produtos indicados são as máscaras de tratamento Elseve Hydra Detox 48h Elseve Longo dos Sonhos. Para a etapa de nutrição, há a linha Elseve Óleo Extraordinário e a Elseve Óleo Extraordinário Cachos, enriquecida com óleo e coco e exclusiva para as cacheadas e crespas. Já na etapa de reconstrução, a dica é apostar na máscara de tratamento Elseve Reparação Total 5rica em cicatri-ceramidas que restauram a fibra capilar desde o seu interior.

Lembre-se também que o seu cronograma capilar já começa na lavagem e termina na finalização. Se possível, utilize shampoos e condicionadores da mesma linha das máscaras. Para finalizar e estilizar as madeixas, escolha um leave-in indicado para o seu tipo de cabelo, de preferência uma versão com proteção térmica que vai ser útil tanto nas estações mais quentes quanto nas estações mais frias.

Matéria publicada em 14 de abril de 2021, por Webedia.