Cabelo crespo pode ser loiro? Confira dicas para iluminar os cachos sem risco + 10 fotos para se inspirar!

Engana-se quem pensa que quem tem cabelo crespo não pode ficar loira! Embora o fio do tipo 4 seja mais fino e sensível que os demais, é possível, sim, apostar no tom claro sem prejudicar a textura e continuar com as madeixas impecáveis. Mas para o conseguir, é muito importante seguir alguns cuidados específicos antes e depois da coloração. Confira mais detalhes!

Pular os slider: Cabelos crespos podem ser loiros

Confira as colorações de

Casting Creme Gloss

Cabelo precisa estar forte e bem cuidado antes da coloração

Depois de descolorir - se o seu tom natural for muito escuro - e colorir o cabelo, é inevitável lidar com um aumento do ressecamento e da fragilidade dos fios. Por isso, para diminuir o problema e garantir a proteção necessária para conquistar o loiro dos sonhos, é muito importante iniciar uma rotina de cuidados antes da transformação.

Por combinar hidratação, nutrição e reconstrução por um período de um mês, o cronograma capilar é a opção perfeita para cuidar das madeixas. Mas, para quem não teve tempo de organizar a estratégia ideal, a dica é intensificar todos os cuidados necessários por um período de, no mínimo, 15 dias antes da mudança. 

Na hora de escolher a coloração, vale ter atenção redobrada

Como a fibra capilar do cabelo crespo é ainda mais frágil, além da rotina de cuidados antes da mudança de visual, também é muito importante ficar atenta à escolha da coloração. Para não correr o risco de prejudicar o formato dos cachos e aumentar o ressecamento, prefira as que contam com ativos que conseguem proteger os fios antes, durante e depois de todo o processo - como a queratina e as ceramidas, por exemplo. 

Além disso, também é indispensável fazer o teste de toque e de mecha para se certificar de que não tem nenhuma alergia à coloração, garantir que o cabelo tem a resistência necessária para passar pelo processo e, ainda, que possíveis químicas anteriores não causem corte químico em contato com a tinta. Respeitar o tempo de ação indicado pelo fabricante também é um dos cuidados que faz toda a diferença no resultado e deve ser seguido à risca.  

Cronograma capilar também ajuda a recuperar os fios na pós-coloração

Para exibir cabelos bonitos e saudáveis, o cronograma capilar também pode ser um ótimo aliado na pós-coloração. As hidratações e nutrições - que devem ser feitas semanalmente - ajudam a eliminar o aspecto ressecado, reduzem o frizz, devolvem definição e fazem com que o loiro fique superbrilhoso. Já a reconstrução - que deve ser feita de 15 em 15 dias -, é indispensável para recuperar a estrutura da fibra capilar e devolver os componentes que ela, inevitavelmente, acaba perdendo durante o processo. 

Produtos específicos para fios loiros e crespos devem fazer parte da rotina de cuidados

Além do cronograma capilar, outra dica para manter o loiro impecável no cabelo crespo é adicionar produtos específicos na rotina pós-coloração. Cremes de pentear com proteção solar, por exemplo, impedem que fatores externos prejudiquem a vivacidade da cor; já os shampoos específicos para cabelos coloridos evitam o efeito amarelado/alaranjado. 

Como complemento, na hora da finalização também vale apostar em óleos capilares nas pontas para evitar o frizz e o aspecto ressecado, para valorizar ainda mais o crespo e os fios claros. 

Matéria publicada em 21 de Janeiro de 2021, por Webedia.