Cabelo danificado: saiba o que é e confira dicas para recuperar a saúde dos fios!

Seja por causa de agressões externas do dia a dia, colorações, químicas ou até alimentação inadequada, o cabelo pode acabar ficando danificado. Porosidade, ressecamento, falta de brilho e pontas duplas são os sinais mais comuns desse problema e podem ser observados com um olhar mais atento na rotina capilar. Mas, se você está percebendo essas características nas madeixas, a boa notícia é que é possível recuperá-las com alguns cuidados específicos. Confira mais detalhes!

Processos que prejudicam a cutícula do cabelo são responsáveis pelo dano 

Todo cabelo é envolto por cutículas - camadas fechadas que são responsáveis por proteger seu interior, reter a água que o fio recebe durante o banho e os demais nutrientes. Mas quando passa por procedimentos químicos ou agressões de fatores externos, essas "escamas" capilares têm a saúde afetada e as madeixas deixam de reter aquilo que precisam para continuarem fortes, macias e saudáveis. 

Como colorações e alisamentos abrem as cutículas durante a aplicação, são as principais responsáveis por esse problema nos cabelos - caso a pessoa não inicie uma rotina intensiva de tratamento após fazer um dos procedimentos. Mas, como já falado anteriormente, eles não são os únicos: vento, raio solar e uso de ferramentas de calor sem a proteção adequada também podem contribuir para danificar o fio, assim como uma alimentação pobre em nutrientes também pode agravar o problema. 

Aparência do fios e queda excessiva denunciam se eles estão danificados

Se você começou a perceber que o seu cabelo não está se comportando da mesma forma, a primeira dica para saber se ele está danificado é observar suas características. As principais delas são: queda excessiva, perda de brilho, quebra, aspereza, perda de elasticidade, pontas duplas, ressecamento, perda da cor e alta porosidade - processo em que os fios começam a ter dificuldade de reter água e responder aos tratamentos. 

Além de observar, para ter mais certeza sobre a condição de suas madeixas, também vale mergulhar o fio em um copo d'água para fazer o teste da porosidade ou esticá-lo bastante para verificar se há elasticidade ou se ele quebrará facilmente. 

Veja os cuidados específicos para reverter o problema:

Você observou os sinais, fez o teste e viu que seu cabelo está mesmo danificado? Então, é a hora de recorrer a alguns cuidados específicos para contornar o problema!

1 - Observe sua alimentação:  Como a quebra e enfraquecimento capilar podem estar diretamente ligados à falta de nutrientes no organismo - como ferro e vitamina -, comece avaliando se sua alimentação está com problema. Se a resposta for positiva, adicione alimentos mais nutritivos na sua rotina!

2 - Comece um cronograma capilar: Além da alimentação, invista em um cronograma capilar, dando destaque à reconstrução de 15 em 15 dias para que o cabelo consiga repor a massa e ficar fortalecido novamente. Na hora de escolher o creme reconstrutor para iniciar a rotina, prefira os que contam com uma fórmula rica em queratina - proteína que constitui 90% do fio e que precisa ser reposta para que ele fique forte e protegido novamente. 

3 - Não esqueça o protetor térmico na hora de usar fontes de calor: Como o cabelo está enfraquecido, o ideal é dar um tempo no uso de chapinhas, secadores e babyliss; mas, se você é do tipo que não dispensa um desses aparelhos na finalização, tenha o cuidado de não esquecer de aplicar o protetor térmico antes de iniciar o procedimento nas madeixas.

4 - Aposte em um leave-in mais hidratante: Para quem não usa nenhuma fonte de calor, no entanto, a dica é priorizar os cremes de pentear mais hidratantes para que o cabelo fique com uma aparência sedosa e tratada mesmo durante a fase de recuperação. 

Enxágue com água fria é ideal para fechar as cutículas

Como a cutícula aberta é o principal motivo para o problema, outro cuidado importante para que os fios respondam aos tratamentos é fazer o último enxague com água fria. O jato quente acaba prejudicando a recuperação do cabelo por inchar o fio e manter as cutículas abertas; já o gelado deixa a cutícula selada e ainda confere mais brilho para as madeixas. 

Para as adeptas do banho quente, a dica para aproveitar os benefícios desse enxague sem sofrer com a mudança de temperatura é usar a água fria, pelo menos, na última ducha. 

Matéria publicada em 12 de março de 2021, por Webedia.