Insônia: o que fazer para combater o problema e quais os prejuízos que ele pode trazer para a pele

Além de ser muito incômoda, a insônia pode causar vários desequilíbrios no organismo, influenciando a aparência da pele: espinhas, oleosidade, rugas, ressecamento e linhas de expressão são alguns dos problemas que ela pode originar. Os motivos são inúmeros: más escolhas alimentares, ansiedade, preocupações do dia a dia, hábitos de sono errados e até condições crônicas. Em algum momento da vida, a insônia toca a todos, mas não é motivo para desespero - com algumas regras simples, dá para combater o problema e dormir oito horas de sono descansado e profundo sem interrupções. Saiba como!

Insônias causam o aumento dos níveis de cortisol, prejudicando a aparência da pele

Se você já ouviu falar do "sono da beleza", saiba que essa expressão não é à toa: dormir bem realmente ajuda a melhorar a aparência da pele, além de influenciar no metabolismo e na capacidade de perder peso a mais. Ao contrário, a insônia causa o aumento dos níveis de cortisol - hormônio ligado ao estresse - no sangue, o que origina vários desequilíbrios. Altos níveis deste hormônio fazem com que a pele se recupere mais lentamente, perca capacidade antioxidante - que combate os radicais livres - e assim cause problemas como um ressecamento extremo, que causa rugas, linhas de expressão e até o efeito "rebote", trazendo mais oleosidade para a pele e, consequentemente, espinhas e cravos. 

Saiba o que fazer para prevenir ou combater a insônia já instalada

Existem alguns cuidados que você pode inserir no seu dia a dia que vão fazer toda a diferença na hora do sono, proporcionando um descanso mais profundo, combatendo até a insônia instalada. Confira:

- Crie um ritual noturno e siga-o todas as noites no mesmo horário. Pode ser um banho relaxante, uma rotina de cuidados de limpeza e hidratação da pele, uma meditação ou todos eles;

- Pratique exercícios físicos regularmente, mas evite fazê-lo em um horário próximo à hora de dormir;

- Evite o consumo de alimentos e bebidas cafeinados ao longo do dia;

- Procure não consumir açúcar próximo à hora de dormir, já que ele pode atuar como um excitante;

- Durma em um ambiente o mais escuro possível: desligue a televisão, o celular e todos os outros aparelhos que possam emitir luzes LED;

- Tome uma bebida relaxante antes de dormir, como um chá de camomila, maracujá, cidreira, um leite quente com mel ou até uma taça de vinho;

- Procure ir para a cama pelo menos meia hora antes da hora de dormir, e faça alguma atividade que a liberte do estresse do dia a dia como ler um pouco ou escutar música. Evite usar aparelhos eletrônicos, já que eles podem estimular demasiado o cérebro;

- Aposte em técnicas de relaxamento como contrair e descontrair todos os músculos do corpo repetidamente, contar as respirações ou até massagear o couro cabeludo;

- Evite deixar o quarto muito frio ou muito quente: procure a temperatura ideal para relaxar o seu corpo;

- Use um ambientador com óleo essencial de lavanda no quarto, já que essa essência é calmante por natureza;

- Lençóis limpos e cheirosos também ajudam a mente a desligar mais facilmente, proporcionando um sono mais descansado. 

Matéria publicada em 29 de Março de 2021, por Webedia.