Pele com vitiligo: como cuidar em casa? Dermatologista explica

Já ouviu falar no vitiligo? A doença é a responsável pela perda da pigmentação natural da pele: o próprio organismo destrói as células que produzem a melanina, responsável pela cor do nosso corpo. Com isso, a pele tende a ficar mais sensível e desprotegida, exigindo alguns cuidados específicos e diários.

Para entender como cuidar melhor da pele com vitiligo em casa, conversamos com a dermatologista Camila Marçal, do Instituto da Pelle Madureira. Confira. 

Protetor solar de fator 50 deve ser usado todos os dias

 

A pele com vitiligo fica completamente desprotegida contra o sol - já que a melanina age como uma proteção natural. Sem o uso do protetor, a área branca pode ficar vermelha e com sinais de ardência facilmente. O indicado é usar filtro solar todos os dias, até em dias nublados e com chuva. "Deve sempre estar protegida com protetores de alta proteção, ou seja, FPS maior que 50", indicou a dermatologista. 

A textura: segundo a dermatologista, a textura do filtro solar pode ser em creme, gel creme ou toque seco. "Vai variar de acordo com o tipo de pele do paciente", alertou. Aqui, explicamos um guia de como escolher o filtro solar ideal para cada tipo de pele!

Protetor com cor: "O que se recomenda, ainda, é o uso de protetores com cor, que auxiliam na camuflagem e têm um espectro de proteção mais amplo", aconselhou a profissional.   

 

Hidratação com cremes precisa ser reforçada na pele com vitiligo

Os cremes hidratantes também devem ser aliados de quem tem vitiligo, principalmente no inverno. "A hidratação reforçada da pele também é fundamental nessa época do ano, pois a pele ressecada é mais suscetível a alergias e infecções", explicou a dermatologista Camila. 

No rosto, já que a doença não interfere na escolha do tipo de creme, o ideal é seguir a regra geral e apostar na textura e acabamentos vantajosos para cada tipo de pele: oleosa, mista, seca ou normal. 

Uso de chapéus e cuidado na escolha das roupas são hábitos diários 

Além de protetor solar e do hidratante, quem tem vitiligo também precisa deve apostar em chapéus e viseiras nos dias de sol mais intenso. A médica Camila Marçal ainda alerta para os cuidados com a escolha das roupas: "Os cuidados incluem o uso adequado das medicações para o tratamento, evitar atrito com roupas e sapatos apertados e evitar procedimentos que traumatizam a pele e, portanto, podem induzir surgimento de lesões, como tatuagens", recomendou a dermatologista. 

 

 

Matéria publicada em 26 de março 2021, por Webedia.