Por que os cabelos coloridos desbotam no sol? Descubra como cuidar dos fios com coloração para manter a cor por mais tempo

A cor dos cabelos com tinta permanente ou tonalizante pode ficar facilmente desbotada quando exposta ao sol. Loiros podem ficar amarelados, ruivos alaranjados e os cabelos pretos e castanhos podem ganhar mechas levemente avermelhadas. Mas você sabe por que isso acontece? Entender como o sol age no fio de cabelo é importante para te ajudar a descobrir de que forma você pode protegê-lo. A boa notícia é que há várias maneiras para evitar o desbotamento e manter a cor por mais tempo. Confira!

Raios solares abrem as cutículas do cabelo e removem os pigmentos da coloração

Qualquer cabelo quando é exposto ao sol sem proteção corre o risco de ficar ressecado, porque os raios solares abrem as cutículas do fio, removendo a água e seus nutrientes essenciais para o brilho e a saúde do fio. Nos cabelos coloridos, a cutícula aberta pelo sol vai permitir que os pigmentos da coloração saiam com facilidade, fazendo com que a cor fique alterada, menos intensa e sem brilho. Esse efeito nos cabelos pode acontecer depois de tomar sol na praia ou na piscina, mas a verdade é que a exposição diária ao sol já é suficiente para os fios ficarem desbotados, sem brilho e ressecados. 

Raios solares só desbotam a cor de cabelos que estão ressecados

Não é todo cabelo colorido que fica desbotado quando é exposto ao sol. Isso só vai acontecer se o fio estiver fraco, sem hidratação e sem seus nutrientes essenciais, ou seja, quando o fio estiver ressecado ou danificado. Quando eles estão nessas condições, a cutícula do cabelo fica naturalmente aberta, e o sol só vai agilizar a retirada dos pigmentos da coloração. Já se o cabelo for hidratado com frequência, com seus nutrientes sendo repostos através de nutrição e outras técnicas, como a umectação ou a reconstrução, os pigmentos da tinta ou do tonalizante vão ficar intactos e protegidos. 

Dica: Para manter o cabelo colorido com a cutícula sempre fechada, faça hidratações, nutrições ou reconstruções toda semana ou a cada 15 dias, principalmente antes de retocar a cor. Além de manter a nuance por mais tempo, essas técnicas também vão evitar pontas duplas, frizz, porosidade e a aparência seca. 

Saiba como proteger o cabelo do sol no dia a dia

Além de manter o hábito de fazer hidratações com cremes, ampolas e óleos em casa, também existem cuidados rápidos no dia a dia para proteger os fios do sol, já que não é só na praia e na piscina que eles ficam expostos. A dica é usar finalizadores que tenham proteção UV antes de sair de casa: pode ser um creme para pentear, um óleo capilar ou leave-in que venha com essa proteção contra a radiação. Na praia e na piscina, a dica é sempre reaplicar o produto ao voltar da água, além de procurar usar um chapéu ou prender o cabelo em um coque, por exemplo, que deixa as pontinhas embutidas. 

Matéria publicada em 30 de março 2021, por Webedia.