Raspar os cabelos faz os fios nascerem diferentes?

Com a popularidade dos sidecuts e undercuts, a polêmica envolvendo Marina Ruy Barbosa, e a recente mudança de visual de famosas como Jesse J e Karen Gillan, os cabelos raspados ganharam destaque e algumas dúvidas sobre o corte voltaram a ser discutidos pelas mulheres. O mito mais conhecido sobre o tema é o de que as madeixas, depois de raspadas, nasceriam mais grossas e com textura diferente da natural.

Pular os slider: Penteado e corte-curto1

Conheça os produtos de

Elseve L’Oréal Paris

Raspar os fios não faz as madeixas nascerem diferentes

Os dermatologistas afirmam que raspar o cabelo não muda a estrutura pois o corte acontece superficialmente e não afeta a genética dos fios. Para mudar o formato do fio, os procedimentos devem acontecer de dentro para fora, - como as substâncias presentes nos alisamentos - e não só por fora, com a remoção dos fios.

A sensação de que os fios estão mais grossos acontece porque os fios não são retirados da raiz, o que garante um crescimento continuado de onde a mecha foi partida, ou seja, seguindo a mesma espessura do fio que ficou na parte interna do couro cabeludo. Já a sensação de crescimento mais rápido, é uma reação natural do organismo, que se esforça para voltar ao tamanho que tinha antes para "defender" o corpo do corte de cabelo, que ele entende como uma agressão externa.

Radiação pode mudar a característica dos fios

A estrutura do fio pode mudar após um tratamento de quimioterapia. O exemplo mais famoso é o ator Reynaldo Gianecchini, que depois de tratar o câncer perdeu os cabelos lisos e grossos, que depois, começou a nascer cacheado, fino e grisalho. A explicação está na ação da radiação, que na tentativa de evitar a proliferação de células cancerígenas acaba atacando o crescimento de pelos, que têm uma taxa de proliferação muito alta, comparável à velocidade de divisão celular de alguns tumores malignos.

A área afetada pela quimioterapia, é a mesma responsável por "programar" a taxa de crescimento, a espessura do fio e as características de formato - se é liso, cacheado ou crespo, e até mesmo da cor. Como um dos efeitos da radiação é a queda acentuada do cabelo, os novos fios começam a aparecer com as características novas três meses depois do fim do tratamento, e em cerca de um ano, vira o visual definitivo de quem um dia precisou fazer quimio. Apesar de agir diretamente na matriz dos fios, esse efeito não acontece com todo mundo, algumas pessoas mantém as mesmas características antes e depois do tratamento.

Matéria publicada em 13 de Abril de 2021, por Webedia.

Pular os slider: Penteado e corte-curto2

Conheça as linhas de creme para pentear de

Elseve L’Oréal Paris