Acne no peito é normal? Saiba o que significam as espinhas no colo e aprenda como tratar o problema

Na hora de usar roupas que mostrem um pouco do colo, um problema logo se torna visível: os cravos e espinhas no peito. Essas lesões comuns em mulheres de todas as idades causam bastante incômodo no dia a dia, mas podem ser tratadas com passos simples, como uma boa alimentação e uso de produtos específicos na região afetada - assim como o passo a passo feito no tratamento para as espinhas no rosto.

Já que esconder as feridinhas está longe de ser a única solução, saiba por que isso acontece e quais são os cuidados para se livrar da acne no peito da maneira certa!

Pular os slider: Agua-micelar

Conheça os produtos

Água Micelar de L’Oréal Paris

Espinhas no colo podem ter relação com hábitos diários ou influência genética

 

Tão incômoda quanto as espinhas que surgem no rosto, a acne no colo, costas e ombros, em geral, acontecem nas regiões do corpo que apresentam maior concentração de glândulas sebáceas. Além dos motivos mais comuns, como problemas hormonais e fatores hereditários, elas são quase sempre desencadeadas por motivos como: 

Estresse: sabe quando você está preocupada com algo específico e, com o tempo, a pele começa a apresentar diversos pontos de inflamação? Não é coincidência! O estresse é capaz de afetar a produção de oleosidade e estimular cravos e espinhas.

Alimentação: quando se fala em problemas de acne na pele do rosto ou do corpo, os hábitos alimentares também têm papel muito importante! Infelizmente, alimentos ricos em gordura e açúcar, são os maiores vilões.

Suor: se o suor se mistura com o óleo natural produzido pelo organismo e a sujeira presente na pele, não tem jeito: os poros podem se entupir e provocar as inflamações no peito.

Trate o problema com a ajuda de alguns cuidados na rotina e produtos específicos

 

Se a ideia é manter os poros limpos e livres da sujeira e do óleo, é preciso inserir certos hábitos ao dia a dia. De início, a melhor forma de se livrar das espinhas no colo é procurar a ajuda de um especialista: é ele quem vai avaliar a gravidade da situação e explicar quais devem ser os produtos adequados para limpeza da pele do corpo - geralmente a base de ácido salicílico ou peróxido de benzoílo. Mas, enquanto a visita ao dermatologista não acontece, algumas dicas são valiosas:

1- Invista em limpezas de pele e esfoliações uma vez por semana para retirar as células mortas da região e controlar a produção de óleo das glândulas;

2- Use sabonetes e cremes antibacterianos que protejam o corpo do excesso de oleosidade. Além disso, o uso da água micelar também ajuda a eliminar as impurezas da pele;

3- Enxague as costas e o colo após lavar os cabelos com condicionador e creme, assim, os resquícios dos produtos usados nos fios não ficarão presos nas áreas afetadas, prejudicando os poros;

4- Cuide da sua alimentação - evitando frituras e doces - e lembre-se de beber água com frequência. Ela será responsável por desintoxicar o organismo e hidratar toda a pele;

5- Nada de estourar as espinhas ou espremer os cravos no peito! Assim como no rosto, esse hábito pode agravar o quadro de acne e aumentar a inflamação na região; 

6- Invista na proteção solar sem medo para que as espinhas não deixem manchas no colo. De quebra, você vai estar se protegendo do envelhecimento precoce e da exposição excessiva aos raios ultravioleta.

 

Matéria publicada em 23 de abril 2021, por Webedia.