Foliculite: dermatologista fala o que é, como tratar e como evitar

Uma rotina de skincare é capaz de proporcionar os melhores cuidados para o seu tipo de pele proporcionando uma pele bonita e saudável. Além disso, os passos de limpeza, hidratação e proteção solar ainda garantem a prevenção de condições inflamatórias da pele, como é o caso da foliculite.

A foliculite pode surgir na pele por diversos fatores e se tornar mais comum nas peles acneicas e oleosas. Para esclarecer mais sobre esse tipo de inflamação, como ela pode ser tratada e prevenida, a dermatologista Dra. Annelise Marmore, Médica Pós Graduada em Dermatologia Clínica e Estética Avançada, separou algumas informações sobre a foliculite que vão te ajudar a entender mais sobre essa condição.

O que é foliculite?

A dermatologista Dra. Annelise Marmore traz mais detalhes de como a foliculite pode ser definida. ”A foliculite é uma inflamação na pele, enquanto o “ite” corresponde ao sufixo de inflamação, o folículo faz referência ao folículo piloso. Então essa condição se trata de uma inflamação nos folículos pilosos”, detalha.

As unidades foliculares, que são onde saem os pelos, estão espalhadas por todo o corpo, exceto palma de mão e sola do pé. Essas unidades foliculares podem ser contaminadas por fungos e bactérias, e esse processo pode levar ao quadro de foliculite”, explica a dermatologista. Por esse motivo, garantir a higienização correta dos folículos capilares garante os melhores cuidados para essa área, evitando o desenvolvimento da foliculite.

Foliculite na pele oleosa e acneica | L'Oréal Paris

Foliculite e pele oleosa e acneica

Pessoas que apresentam a pele oleosa sabem que esse tipo de pele tende a apresentar maiores problemas como o aparecimento de cravos e acne. Além disso, essa pele tende a ter mais os poros entupidos e sofrer mais com processos inflamatórios por conta do excesso de sebo na pele. Por isso, peles oleosas e acneicas podem apresentar maiores casos de foliculite.

Quem tem pele acneica tem uma tendência maior a ter foliculite por conta do aumento na produção de queratinócitos, que é um aumento na produção de sebo pela glândula sebácea que está dentro da unidade folicular. Esse aumento de produção de sebo pode ser mediado por vários fatores, desde influência hormonal, genética até alimentar”, detalha a dermatologista.

No caso da foliculite, a principal bactéria que acomete é o propionibacterium, que resulta nas acnes. Pessoas que tem uma pele acneica tem uma maior produção de sebo, isso faz com que a pele fique mais áspera e consequentemente que as unidades foliculares fiquem entupidas com as pelinhas mortas. Isso favorece a contaminação por bactérias”, explica a dermatologista Dra. Annelise Marmore.

Além disso, a dermatologista reforça como é importante evitar o contato do rosto com a mão para evitar passar bactérias dos dedos e da unha para a pele já inflamada. “Pessoas que têm acne apresentam uma tendência de ficar manipulando o rosto com a mão contaminada. Isso pode contaminar essas lesões evoluindo também para uma foliculite”.

Como tratar a foliculite?

A dermatologista Annelise Marmore explicou como a foliculite pode ser tratada. “Para tratar a foliculite pode ser feita compressa morna e úmida várias vezes ao dia no local que está inflamado. Além disso, é necessário fazer higiene local utilizando um sabonete antisséptico e uma pomada com propriedade anti-inflamatória ou antimicrobiana. Dependendo do quadro a gente pode até entrar com o antibiótico por via oral”.

Entenda como evitar a foliculite | L'Oréal Paris

Como evitar a foliculite?

Entender como a foliculite pode surgir na pele é primordial para tomar os cuidados essenciais para evitar essa inflamação na pele. Por isso, utilizar os produtos indicados para o seu tipo de pele e apostar em uma limpeza facial diária eficiente pode evitar o aparecimento dessa condição na pele.

Para evitar a foliculite a gente tem que ter uma boa assepsia, lavar bem as mãos e com frequência,  principalmente antes e depois de manipular as lesões. Procurar fazer esfoliação na pele, para evitar que essas células mortas fiquem se acumulando dentro do folículo piloso. Evitar também alimentação rica em gordura”, detalha a dermatologista.

Para uma limpeza facial eficiente, aposte na rotina de dupla limpeza. Com a combinação do Gel de Limpeza Facial Hialurônico com a Água Micelar Hialurônico da linha Revitalift é possível garantir uma limpeza completa para sua pele sem agredir ou sensibilizar o rosto. A limpeza facial deve ser feita em dois momentos do dia, na rotina de skincare diurna e noturna. Com eles é possível garantir uma rotina de limpeza completa para a pele com os benefícios do ácido hialurônico, ativo reconhecido pelo seu poder de hidratação e antissinais.