Cabelo oleoso: do shampoo ao condicionador, 7 produtos que você precisa ter + o que deve evitar

Cabelos oleosos são um verdadeiro drama para muitas mulheres, não é? O aspecto brilhoso e "grudadinho" no couro cabeludo incomoda - e muito! - ao longo do dia, e ter os produtos certos para driblar o problema é fundamental. 

Se a sua raiz é oleosa e até as pontinhas dos fios ficam com aspecto gorduroso, que tal fazer um checklist dos itens que equilibram a produção de sebo dos cabelos ao mesmo tempo em que deixa as madeixas hidratadas e macias? Anote!

1. Shampoo transparente e com poder adstringente

 

Mais do que o cheiro ou a substância, a cor do shampoo é muito importante para quem tem cabelo oleoso: a dica é usar um transparente, que é mais adstringente e limpa melhor o sebo produzido ao longo do dia. Diferente dos shampoos perolados ou coloridos, que são mais hidratantes, o transparente é mais leve e não pesa. 

Como usar: você pode usar diariamente ou a cada 2 dias, ou até mesmo intercalar com um shampoo de hidratação, que você pode descobrir como escolher no próximo tópico!

O que evitar: shampoos que contenham óleos e que sejam muito encorpados.

2. Shampoo perolado para balancear a hidratação 

Ter um shampoo transparente é fundamental, mas deixar um shampoo de hidratação na prateleira também é importante para quem tem cabelo oleoso. Você provavelmente não usará todos os dias, mas os shampoos perolados e mais densos podem hidratar os cabelos oleosos que estão começando a ficar ressecados na raiz, o que pode acontecer se você usar o shampoo transparente todos os dias.

Como usar: aposte no shampoo de hidratação quando sentir a raiz do cabelo com frizz e sem caimento. Na próxima lavagem, vale voltar para o shampoo adstringente. 

3. Pré-shampoo para os dias de limpeza profunda

 

Não se assuste, shampoo nunca é demais! Afinal, para limpar a oleosidade do couro cabeludo, ter um pré-shampoo anti-resíduos também é essencial, já que é ele que vai tirar por completo oleosidade da raiz e abrir a cutícula dos fios para que o condicionador ou a máscara de tratamento penetrem.

Quando usar: 1 vez por semana ou a cada 15 dias, quando sentir que o cabelo está muito pesado e com oleosidade extrema. 

4. Condicionador de textura leve e ativos refrescantes

 

Para as donas de cabelos oleosos, a dica é ter um condicionador levinho e fluido, que pode ser de qualquer cor. Também vale apostar em fórmulas refrescantes e detox, que prometam controlar a oleosidade. Tenha sempre em mente que o condicionador deve ser aplicado apenas do comprimento para as pontinhas. 

O que evitar: Condicionadores de textura encorpada e com óleos na fórmula. 

5. Máscara de tratamento para cabelos mistos ou com ação refrescante

 

Cabelos oleosos também precisam ser hidratados, e a máscara de tratamento pode ser enriquecida com ativos purificantes, como essência de algas, por exemplo, que hidrata os fios sem deixar o cabelo pesado. 

O que evitar: máscaras compostas por óleos e ativos para cabelos ressecados, que costumam ser mais densas e encorpadas. 

6. Finalizador com textura leve e oil-free

 

Depois da lavagem, o cabelo oleoso também precisa de um finalizador, certo? O mais indicado é um finalizador do tipo leave-in, que hidrata e protege o cabelo da mesma forma que um creme para pentear - só que sem correr o risco de deixar o cabelo pesado. A dica é escolher os que tenham textura fluida e que prometam selar as pontinhas dos cabelos diariamente.

O que evitar: o creme para pentear foi por muito tempo o produto essencial das mulheres, mas quem tem fios oleosos pode abrir mão do produtinho da rotina de cuidados, assim como finalizadores com fórmulas que contenham óleos.

Matéria publicada em 31 de março 2021, por Webedia.