Creme anti-idade para os olhos: ingredientes indispensáveis para cada faixa etária

Manter um olhar iluminado conforme os anos passam é uma tarefa que precisa de atenção. Se a pele necessita de cuidados especiais para envelhecer bem, os olhos são os primeiros a demonstrar a passagem do tempo e depois de certa idade, hidratação e proteção solar já não são suficientes para manter a região longe das marcas de expressão. Com a quantidade de produtos no mercado, a oferta de séruns e hidratantes com ativos que prometem um olhar sem sinais de envelhecimento confundem a cabeça de quem está à procura de um anti-idade. Aprenda como escolher o creme ideal para a área dos olhos de acordo com a faixa etária:

Adolescência: cuidados gerais e proteção solar

Durante a adolescência, o ideal é a prevenção. Nessa faixa etária, os olhos não pedem atenção especial e podem ser cuidados junto ao ritual de limpeza e hidratação do rosto. Nesse período também é importante se proteger do sol, porque o fotoenvelhecimento é um dos vilões da saúde da pele em idade mais avançada. Para se proteger dos raios solares, invista em protetor solar e óculos escuros com fator UV, que também evitam o franzir constante da região, o que estimula o aparecimento das primeiras rugas ao redor dos olhos.

Depois dos 20: escolha produtos com ácido hialurônico

O ácido hialurônico é uma substância rejuvenescedora que retarda o aparecimento de rugas e mantém a pele lisinha por mais tempo. Apesar se ser encontrado no organismo, sua produção diminui com o passar dos anos, e é por isso que é importante começar a repor essa substância que preenche os espaços entre as células para aumentar a hidratação e elasticidade da pele. Para manter o visual rejuvenescido, invista em cremes com o ácido e aplique uma ou duas vezes por dia, dependendo do aspecto da cútis – quanto mais seca a pele for, mais produto ela irá precisar para equilibrar a sua textura e beleza.

Aos 30: primeiros sinais de envelhecimento pedem antioxidantes

Depois dos 30 anos, os primeiros sinais da idade começam a aparecer, principalmente ao redor dos olhos e lábios. Para manter um olhar com aparência jovem, escolha produtos com antioxidantes como a vitamina C, que além de dar viço e luminosidade à pele, estimulam a produção de colágeno. Para um efeito mais poderoso, aplique o produto durante a noite para conseguir um visual descansado no dia seguinte.

Depois dos 40: invista no retinol para melhorar aspecto e textura da pele

Nesse período, prefira produtos que tenham o retinol em sua fórmula. A substância ajuda na textura, aspecto e até na cor da pele porque deixa a cútis mais fina, com textura regular, e estimula a produção de colágeno. O ácido retinóico deve ser usado nos olhos durante a noite, por sua concentração, mas se a pele for muito seca ou com sinais de envelhecimento avançado, o ideal é escolher algum produto com textura mais leve e que contenha o ativo na fórmula, para equilibrar a derme.

Cuidados aos 50: escolha produtos com peptídeos

As mudanças hormonais e do metabolismo transformam a textura da pele depois dos cinquenta e pedem cremes mais densos e concentrados para equilibrar a hidratação e elasticidade da pele. Produtos com peptídeos ajudam a estimular a produção de colágeno a funcionam para suavizar as linhas de expressão abaixo dos olhos. Como esse ativo não tem potencial de irritação e costuma ser mais suave do que outras substâncias, ele pode ser usado duas vezes ao dia.

Aos 60: pele madura precisa de cafeína para energizar

Os produtos à base de peptídeos continuam em alta nessa etapa da vida, quando a pele precisa de regeneração constante. Além de tratar da consistência, também é importante cuidar da coloração da região dos olhos, que como outras partes do corpo, começam a sofrer com manchas da idade. Para combater os círculos escuros ao redor dos olhos, procure produtos estimulantes, como os com cafeína na fórmula, que energizam o olhar.