O que é dermatite? Dermatologista explicar o que causa e como tratar

A dermatite é um tipo de inflamação que acomete a pele e pode ser causada por diversos fatores, esse tipo de inflamação é comum e não contagiosa, além disso elas podem ser tratadas com os cuidados indicados para cada tipo de inflamação.

Para te ajudar a entender o que é dermatite, sobre os diferentes tipos e como ela pode ser tratada, o blog Beleza Extraordinária entrevistou a dermatologista Dra. Natallia Natividade, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, para explicar um pouco mais sobre essa inflamação de pele.

O que é dermatite?

A dermatite é uma inflamação que pode acontecer em diversas áreas da pele e em qualquer idade, as causas podem ser variadas como alergias, questões genéticas ou por sensibilidade da pele. A dermatite não é contagiosa e pode ser tratada de diferentes formas a depender do tipo de dermatite.

“Na dermatologia nós chamamos a dermatite de eczema, o eczema é uma inflamação que pode acometer várias áreas do corpo em qualquer faixa etária. Ela não é uma doença infectocontagiosa, não é uma doença que você contagia o outro, é uma predisposição genética”, explica a dermatologista. “Existem alguns tipos de dermatite, como a dermatite de contato, dermatite atópica, dermatite seborreica, dermatite herpetiforme e dermatite ocre”, ressalta a Dra. Natalia. Abaixo, confira mais detalhes sobre cada tipo de dermatite.

  • Dermatite de contato: também pode ser conhecida como dermatite alérgica. Esse tipo de dermatite é ocasionada por conta de um agente externo que pode gerar alguma reação de irritabilidade na pele, como vermelhidão ou coceira. Esse tipo de dermatite é mais comum nas mãos ou no rosto.
  • Dermatite atópica: caracterizada por ser uma dermatite crônica de causas genéticas, imunológicas ou ambientais. Ela é caracterizada pelo aparecimento de manchas vermelhas ou acinzentadas na pele e podem causar coceiras e até descamação da pele.,
  • Dermatite seborreica: esse tipo de dermatite pode ser conhecida popularmente como caspa. Ela é caracterizada pela descamação da pele e acontece nas áreas mais oleosas como couro cabeludo, barba e orelhas. A causa ainda é desconhecida, mas ela está relacionada com o sistema imunológico e o aumento da produção de sebo pelas glândulas sebáceas.
  • Dermatite herpetiforme: ocasionada por intolerância à glúten, esse tipo de dermatite é caracterizada pelo aparecimento de pequenas bolhas que podem provocar a sensação de coceira.
  • Dermatite ocre: esse tipo de dermatite é comum em pessoas com problemas venosos e está relacionada com o distúrbio da distribuição sanguínea entre os vasos.
Conheça os diferentes tipos de dermatite

Quais são os sintomas da dermatite?

A dermatologista Dra. Natallia Natividade ainda destacou quais são os sinais mais comuns dos diferentes tipos de dermatite. “Geralmente, a paciente chega no consultório com vermelhidão, coceira, descamação, ardência e até mesmo queimação”.

“A dermatite alérgica é muito comum no sexo feminino, principalmente por conta do uso de esmaltes que podem causar alergia e ela se manifesta na região dos olhos. A dermatite atópica é muito comum nas crianças, ela tem uma característica bem frequente nas crianças que têm a pele seca. A dermatite herpetiforme também está relacionada com a doença celíaca, ou seja, a sensibilidade ao glúten”, explica a dermatologista.

“A dermatite seborreica é uma queixa comum no sexo masculino, essa é mais comum no couro cabeludo, no pavilhão auricular, na face e entre as sobrancelhas. O paciente se queixa de vermelhidão e queimação, além de relatar coceira”, conclui.

Como tratar a dermatite?

A dermatologista ainda destaca os principais tratamentos para a dermatite e ressalta que para isso é necessário encontrar a causa para conseguir escolher os melhores tratamentos. “A principal forma de tratar a dermatite é você identificar a causa, se é uma dermatite por irritante primário é importante afastar o causador do paciente.”

“Já a dermatite atópica é preferível a loção cremosa. O principal tratamento para os tipos de dermatite é o uso de hidratantes específicos para o tipo de eczema”, concluí. Dessa forma, hidratar a pele garante o melhor tratamento, além de proteger a pele com o protetor solar que impede a ação do sol na área sensibilizada e ainda reforça a hidratação.

Matéria publicada em 10 de maio 2022, por Enext.