Como saber se o meu cabelo precisa de reconstrução? Confira 4 sinais que indicam a necessidade do tratamento

Montar um cronograma capilar não é tão difícil quanto parece: tudo que você precisa é saber exatamente do que o seu cabelo precisa naquele momento. Ou seja, são as necessidades dos fios que “ditam” o que deve ser feito. As etapas que formam o cronograma são hidratação, nutrição e reconstrução. Mas o que é reconstrução capilar? É simples: o tratamento, que também pode ser chamado de reparação, consiste na reposição de proteínas essenciais ao cabelo, como a queratina, e é indicado para todos os tipos de fios. Isso ajuda a fortalecer os fios, deixando-os mais resistentes aos impactos do dia a dia e com um aspecto muito mais saudável.

Agora a grande pergunta é: quando e como fazer reconstrução no cabelo? Separamos algumas dicas que podem ajudar a identificar quando o seu cabelo precisa ir além da clássica hidratação e como escolher os melhores produtos de reconstrução capilar. Continue lendo!

 

1

Cabelos frágeis e quebradiços precisam de uma reconstrução nos fios

A quebra é um dos principais indicadores de que os fios estão enfraquecendo e, portanto, precisam da reconstrução capilar. Geralmente, o cabelo frágil e quebradiço é resultado de uma série de fatores externos, como exposição frequente ao sol e ferramentas de calor (chapinha, secador, babyliss, entre outros) ou procedimentos químicos. Tudo isso influencia na saúde das madeixas e fragiliza a fibra capilar, deixando o cabelo mais quebradiço e fraco.

2

As pontas duplas também indicam a necessidade do tratamento

As pontas duplas podem surgir em pequenas quantidades, que derivam de um processo de desgaste natural dos fios e não é nada alarmante. Porém, quando aparecem em grandes quantidades, é um sinal de que o cabelo está danificado e precisa de atenção que vai além da hidratação. Nesse segundo caso, é importante incluir a reconstrução capilar na sua rotina de cuidados com os fios. O cabelo fragilizado com pontas duplas é quando as cutículas se dilatam e ficam desprotegidas, fazendo com que a fibra capilar perca proteínas importantes. Os fatores externos potencializam bastante o problema e a melhor forma de tratar é com máscaras reconstrutoras.

3

Cabelo com frizz e elástico? Reconstrução capilar é a solução!

O frizz é um verdadeiro pesadelo na vida de muitas mulheres. Ele pode acontecer por vários motivos, e um deles é quando o cabelo precisa de reconstrução capilar. Então, quando os fios estão muito ressecados e com frizz excessivo é hora de ligar o alerta,  porque isso é um indicativo de alta porosidade. O mesmo vale para o efeito elástico do cabelo, que é algo que acontece quando a fibra capilar fica porosa e não contém os nutrientes necessários para se fortalecer. É importante ter em mente que quando os fios são saudáveis, eles são fortes, resistentes, maleáveis e não ficam elásticos com facilidade.

4

O teste da porosidade pode ajudar a identificar quando os fios precisam de reconstrução

Muita gente confunde as etapas do cronograma capilar e nem sempre consegue identificar quando o cabelo precisa de hidratação, nutrição ou reconstrução capilar só de olhar. Por isso, o teste da porosidade é totalmente infalível, já que basta observar como um fio de cabelo se comporta em um copo de água para saber qual é o tratamento que deve ser feito. É muito fácil de realizar o teste: basta cortar um fio de cabelo (de preferência da nuca), encher um copo de água até a metade e colocar o fio dentro. Quando o cabelo está poroso (e, consequentemente, mais frágil), o fio afunda completamente e, portanto, a reconstrução é o processo mais indicado. Se o fio afundar pela metade, a nutrição é o ideal; se ele boiar em cima da água, basta manter a rotina de hidratação capilar.

O que usar na reconstrução capilar e como fazer?

Agora que você já sabe como identificar quando o seu cabelo precisa de um tratamento reconstrutor, chegou a hora de aprender como fazer reconstrução capilar! Para começar, é importante dizer que a reconstrução é um tratamento indicado para ser feito a cada 15 dias, e não deve ser feito com uma frequência inferior a isso. Além disso, é imprescindível buscar os produtos certos. Muita gente pensa que as máscaras são a única solução, mas não é bem assim. Existem shampoos específicos para a reconstrução que ajudam na reposição de nutrientes, como o Elseve Reparação Total de L'Oréal Paris. A ideia é cicatrizar a fibra capilar desde o começo da lavagem, repondo principalmente as ceramidas que são perdidas no dia a dia.

Além dele, condicionadores e máscaras de tratamento também são super indicadas para que o resultado seja completo, revitalizando todos os fios. A nossa dica é utilizar tanto o condicionador quanto o creme de tratamento da linha Elseve Reparação Total, pois cada um desses produtos cumpre uma função importante na reconstrução capilar. Para finalizar e dar um toque ainda mais especial, é só utilizar um leave-in sem enxágue para selar as cutículas e dar ainda mais brilho e maciez para o seu cabelo.

Matéria publicada em 24 de maio de 2021, por Webedia.