Acne fúngica: o que é e como tratar? Dermatologista explica e dá dicas

Você sabia que existem diversos tipos de acnes? No geral as espinhas são ocasionadas por conta da oleosidade em excesso na pele, mas outros fatores também podem contribuir para essa formação o que faz com que surjam diferentes classificações de acnes.

A dermatologista Dra. Fabiana Wanick, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e Cirurgia Dermatológica, separou algumas informações sobre a acne fúngica para você entender como esse tipo de acne surge, qual o tratamento e como evitar o aparecimento.

O que é a acne fúngica?

A dermatologista tira todas as dúvidas sobre a classificação da acne fúngica e como ela pode ser identificada: “A acne fúngica é aquela acne que, na verdade, não é uma acne propriamente dita. Ela é uma uma erupção na pele que parece muito com acne, mas normalmente não tem espinhas, não tem nódulos e não é muito inflamatória. Ela dá muito cravinho e ela é causada por um fungo chamado malassezia, que é um fungo que a gente tem na nossa pele, normalmente quase todas as pessoas têm esse tipo de fungo na pele”.

O que causa a acne fúngica?

Como o fungo malassezia está presente em todos os tipos de pele, isso faz com que o desenvolvimento da acne fúngica seja facilitado. Porém, alguns outros fatores além da presença do fungo podem contribuir para o desenvolvimento desse tipo de acne na pele. “A acne fúngica é causada pelo aumento desse fungo nas áreas mais oleosas da nossa pele, em geral isso acontece por conta do acúmulo de sebo na pele”, explica a dermatologista.

Em períodos de mais calor, onde a gente transpira muito, ou as pessoas às vezes fazem atividade física cedo e passam o dia todo com a pele suada e deixam pra fazer higiene só mais tarde, todos esses fatores acabam prejudicando e contribuindo para o desenvolvimento desse tipo de acne”, reforça. “Uma coisa interessante é que nem todo mundo tem acne fúngica, isso é uma coisa que acontece nas pessoas que são geneticamente predispostas. É como se você tivesse uma facilidade pra ter uma maior quantidade desse tipo de fungo na sua pele”, completa a Dra. Fabiana Wanick.

Entenda como tratar acne fúngica | L'Oréal Paris

Como tratar a acne fúngica?

A acne fúngica deve ser tratada de duas formas, através de um acompanhamento dermatológico e com uma rotina de skincare com os cuidados ideais para o seu tipo de pele. Com o acompanhamento dermatológico será possível monitorar a intensidade dos fungos presentes na sua pele e entender quais os melhores tratamentos para combater essa condição.

Além disso, uma rotina de skincare com os passos de limpeza, hidratação e proteção solar são capazes de tratar e prevenir o aparecimento de acnes no rosto. Nesse caso, o passo de limpeza garante que a pele esteja sempre higienizada e longe das condições que favorecem o aparecimento desse tipo de acne. Aposte na dupla limpeza com o uso do Gel de Limpeza Facial e da Água Micelar para proporcionar os melhores resultados para sua pele e limpar sem agredir.

Como prevenir a acne fúngica?

A Dra. Fabiana Wanick ainda dá dicas de o que fazer para prevenir o aparecimento da acne fúngica: “Os hábitos de higiene são essenciais. O importante é você tomar banho, fazer higiene com um sabonete ou gel apropriado. Usar substâncias nesse sabonete que diminuem a oleosidade também são boas opções”, detalha.