Aprenda a fazer penteados para cabelos crespos sem alisá-los

Depois da onda de fios alisados, os cabelos crespos quase ficaram extintos. No entanto, de uns tempos para cá, o estilo de cabelo afro voltou a fazer a cabeça de muitas mulheres inspiradas em atrizes globais como Cris Viana, Juliana Alves, Taís Araújo - mesmo com os fios mais curtos - e o mais pedido nos salões específicos para cabelos crespos, o black power usado por Sheron Menezzes.

De volta ao black power de 1970

A forma mais tradicional de alternar os cabelos crespos é usá-los para o alto e volumoso no formato black como o da cantora Diana Ross na década de 1970. O penteado que na verdade é um corte de cabelo, não fica bem em todas as mulheres. O corte possui um formato redondo, logo, para quem tem o rosto muito arredondado não é indicado, mas se a pessoa não abre mão desse corte, o jeito é ensinar outras formas penteados diferentes, que tirem um pouco do formato redondo do cabelo.

Para variar no cabelo black, a atriz Sheron Menezzes aposta em flores, presilhas e acessórios para valorizar o visual.

Penteados presos para o lado

Um dos penteados que mais se destacam para esse tipo de cabelo é o preso para um lado só. São ultrafemininos e charmosos, além de diminuírem o volume das madeixas. Para fazer em casa, basta puxar todo o cabelo para um único lado e prender o grampo na direção contrária do cabelo, de cima para baixo para não aparecer.

Clássicos coques e tranças

Atemporais, os coques e tranças são democráticos e caem bem para qualquer tipo de cabelo. Os presos em coque deixam o visual elegante e sóbrio e evidenciam o rosto da mulher. Já as tranças garatem um visual moderno, feminino e ideal para usar em dias que o cabelo não acordou de "bom humor". Nos coques, as variações podem partir do alto ao baixo, como também na lateral da cabeça e as tranças podem ser embutidas, espinha de peixe, laterais ou comuns.

Modele os fios com produtos apropriados

Quem mantém os fios naturalmente crespos conta com uma fibra capilar mais sensível e precisa, além de finalizadores que hidratem, o uso de óleos ou produtos que sejam absorvidos rapidamente pelos fios, tornando-os mais maleáveis. Só é preciso ter cuidado para evitar o visual oleoso.

Tratamento redobrado

Como os fios crespos são mais sensíveis, é importante ter cuidado redobrado na hora da coloração. Se a pessoa já usar algum produto químico ou relaxamento para domar o volume, é mais recomendado o uso de tonalizantes ou hidratações coloridas, por conta da compatibilidade de químicas. Além disso, é preciso caprichar ainda mais nas hidratações caseiras para não ressecar ainda mais os fios.

 

Matéria publicada em 09 de Abril de 2021, por Webedia.