Cortar o cabelo com frequência pode torná-lo mais forte?

Um dos maiores dilemas das mulheres que gostam de cabelos longos é deixar os fios crescerem fortes e saudáveis. Diz a lenda que cortar as pontas dos cabelos fortalece os fios. Apesar de parecer contraditório ter que cortar os fios para que eles creçam mais fortes, vários especialistas afirmam que a prática não é mito.

Cortar as pontas retira partes danificadas

Aparar o cabelo dá força segundo hairstylist Glecciano Luz, porque a parte removida é danificada, o que dá um visual mais saudável aos fios: "A necessidade de cortar é devido as pontas crescerem de maneira assimétrica e também pelo aparecimento de pontas duplas, e quando cortamos a aparencia melhora, esteticamente promove um visual e toque melhor", contou.

A cabeleireira Lidiane Silveira explica que cada tamanho precisa de um tempo de corte, que varia de 20 dias para os mais curtos, a dois meses para os fios longos, não importando o tipo de cabelo. O ideal é não deixar passar de três meses entre uma manutenção e outra porque após esse período o cabelo pode perder a forma e precisará de um novo corte, que pode levar alguns centímetros preciosos do cabelo que está crescendo.

Aparar os fios não interfere no processo de crescimento

Apesar de revitalizar as madeixas, a manutenção frequente cuida apenas do aspecto dos fios: "Quem determina como o cabelo vai crescer é o bulbo da fibra capilar", explicou o dermatologista Márcio Rutowitsch em entrevista à revista Nova, esclarecendo que esse crescimento só envolve genética e metabolismo e que, em média, todo mundo ganha um centímetro no comprimento ao mês, independente de cortá-los ou não.

Matéria publicada em 13 de Abril de 2021, por Webedia.