Por que é recomendado passar o protetor solar trinta minutos antes de se expor ao sol?

O protetor solar é item indispensável na rotina diária de beleza, afinal, ele é o responsável por proteger a pele dos efeitos nocivos do sol. No entanto, para garantir todos os benefícios que o produto oferece, é fundamental saber escolher a fórmula específica para cada tipo de pele, com FPS adequado e proteção contra os raios UVA e UVB, e seguir à risca todas suas recomendações de uso.

Pular os slider: Linha 594_UvDefender

Conheça a linha Uv Defender

de L'Oréal Paris

Protetor solar precisa ser absorvido pela pele para fazer efeito

Apesar de o mercado de cosméticos oferecer uma enorme variedade de opções de protetor solar, algumas recomendações se aplicam a todas elas e devem ser seguidas. A primeira delas é que o filtro deve ser aplicado com pelo menos meia hora antes da exposição. "Os filtros solares são constituídos de substâncias químicas que devem ser absorvidas pela pele para poder ter sua ação", afirma a dermatologista Aline Vieira.

"Este tempo é importante para que o filtro solar químico seja absorvido pela pele, diferentemente dos filtros físicos, que começam a oferecer proteção a partir do momento em que são aplicados", complementa a dermatologista Bianca Wiedemann. Enquanto os filtros químicos absorvem a radicação ultravioleta A e B, os físicos apenas refletem e dispersam a radiação.

Filtro físico tem maior visibilidade do que químico

"O filtro químico é composto por substâncias orgânicas que permitem a entrada do raio de sol pela pele, mas que conseguem reduzir a penetração da luz, evitando atingir camadas mais profundas, assim reduzindo os efeitos danosos. Já o filtro físico é composto por substâncias inorgânicas que não permitem a penetração dos raios solares pela pele", explica a dermatologista Gabriella Albuquerque.

A principal diferença entre os filtros químicos e físicos é sua finalização sobre a pele. "Os filtros químicos possuem uma melhor absorção, ficando menos visíveis do que os físicos, que costumam deixar a pele esbranquiçada. No entanto, hoje em dia, são utilizadas formulações micronizadas dos filtros físicos, que minimizam a reflexão da luz visível e tornam o produto final cosmeticamente aceitável", garante Aline.

Espera deve ser feita também após reaplicações

A Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda que o protetor solar seja reaplicado a cada duas horas ou após transpiração intensa ou mergulho na água. Nestas situações, a espera também é necessária. "O ideal é que a pessoa aguarde alguns minutos embaixo da barraca para garantir a absorção do filtro solar. Além disso, eu sugiro que a pele seja seca antes da aplicação", finaliza Bianca.

Matéria publicada em 17 de fevereiro de 2021, por Webedia.
Pular os slider: Linha 594_UvDefender

Conheça a linha Uv Defender

de L'Oréal Paris