Tendência: tiara natural de fios decora cabelos soltos

Os cabelos soltos e com um acabamento natural e elegante despontaram como uma das principais tendências em beleza para a temporada outono-inverno 2015, nas passarelas de Nova York e Londres. Contudo, para tirar o efeito minimalista do visual e garantir um toque a mais de charme à produção, os hairstylists vem apostando cada vez mais em um recurso muito simples, mas extremamente eficiente: uma tiara feita com os próprios fios.

Tiara é sucesso nas passarelas

A mais nova aposta para penteados tem como ponto principal seu acabamento polido, que garante um aspecto extremamente sofisticado às madeixas e surge como uma alternativa para decorar o visual. Para reproduzir a tiara, basta destacar as mechas mais próximas ao rosto do restante dos cabelos e posicioná-las bem presas por detrás das orelhas, de forma a deixar a face em evidência.

O recurso é versátil e foi visto em diferentes estilos nas passarelas da Semana de Moda de Nova York e de Londres, porém, o que vem sendo mais frequente é aquele que acompanha os cabelos repartidos com risca central. Esta foi a opção de beleza para os desfiles de Prabal Gurung, Matthew Williamson e Yigal Azrouel, que variaram apenas na espessura das mechas usadas para criar a tiara natural.

Efeito é prático e versátil

O efeito também foi usado para decorar cabelos divididos com risca lateral, como no desfile de Donna Karan, no qual a mecha mais próxima ao rosto ganhou acabamento úmido; e de Tadashi Shoji, que contou também com movimento ao longo do comprimento dos fios. Além disso, a tiara natural também pode ser usada combinada a penteados, como no semi-preso de Jacob Birge e no coque de Rohmir.

Sempre atentas às novidades, as famosas já estão apostando na tiara natural de fios para complementar suas produções glamourosas. Recentemente, no tapete vermelho do Oscar, por exemplo, Reese Witherspoon e Gwyneth Paltrow investiram no estilo, assim como Jennifer Lopez e Shay Mitchell também já fizeram. A tendência já chegou até mesmo ao Brasil e foi usada pela cantora Anitta.
Matéria publicada em 5 de março de 2021, por Webedia.