Coloração para orientais: camadas de cor ajudam a dar dimensão aos cabelos super lisos

Dona de cabelos desejados por mulheres de todos os continentes, as orientais costumam ser donas de madeixas super lisas. Os fios escuros e chapados, no entanto, podem pesar e acabar deixando os cabelos sem volume e movimento.

Nuances mais claras nas madeixas escuras podem ser a solução ideal para aquelas que desejam um visual mais exuberante e glamouroso. "O cabelo das orientais geralmente é mais grosso. Como as cutículas deste tipo de fio são maiores e ficam mais seladas, o cabelo pode parecer mais pesado e sem volume", explicou a colorista Eica Carrijo, da Ophicina do Cabelo.

Nuances mais claras em camadas evidenciam contraste nos fios

Criar nuances mais claras nos cabelos é sempre uma excelente maneira de renovar o visual e realçar ainda mais os traços do rosto. Donas de pele clarinha e traços delicados, as orientais estão sempre em busca de efeitos que valorizem ainda mais a sua beleza natural, dando destaque e uma iluminação extra. Quando a intenção é criar mais dimensão aos cabelos castanhos escuros, o ideal é fugir das mechas mais tradicionais. "As mechas podem ser feitas do topo, bem finas, trazendo mais luminosidade aos cabelos", explicou a especialista.

Apostar em nuances mais claras em camadas pode ser a solução perfeita para aquelas que desejam cabelos com aspecto mais volumoso. Os fios da parte inferior, aqueles mais próximos à nuca, devem aparecer com um tom mais escuro, enquanto as mechas da parte superior podem ganhar nuances mais claras, criando a impressão de profundidade, e, consequentemente, conferindo um visual mais exuberante aos cabelos.

Finalizadores ajudam a texturizar os fios

Aquelas que não desejam clarear as madeixas para conseguir mais dimensão para as madeixas, podem contar também com a ajuda de finalizadores para garantir um aspecto mais volumoso para os fios. Os mousses e pomadas são as melhores alternativas para texturizar os fios super lisos, dando mais volume e movimento às madeixas.

Matéria publicada em 05 de Fevereiro de 2021, por Webedia.