Como pintar cabelos longos em casa? 8 coisas que você precisa saber

Pintar o cabelo longo em casa é uma tarefa mais fácil do que parece quando você tem todas as informações nas suas mãos, garantindo que o processo seja ágil e que o resultado seja perfeito. Por isso, é importante que você saiba cada etapa de como pintar sozinha, além da preparação das madeixas e do pós-tingimento. Para te ajudar, reunimos 8 coisas que você precisa saber para pintar os cabelos longos em casa e renovar a cor dos seus fios. Confira!
1

Quantidade de caixinhas de tinta para cabelo longo: só uma é o suficiente ou precisa de mais?

Separar a quantidade certa de caixinhas de coloração é super importante para que você não precise sair correndo para comprar mais uma caixinha, comprometendo o resultado da pintura. Geralmente, uma caixinha de coloração consegue tingir um cabelo curto ou um cabelo com pouco volume, ou seja, você deve investir em duas ou até três caixinhas de coloração para pintar o seu cabelo longo em casa. A quantidade varia de acordo com o volume dos fios, então se o seu cabelo for longo e volumoso, invista em até quatro caixinhas. Se sobrar alguma caixinha sem que a coloração esteja preparada, você pode guardar e utilizar para retocar a raiz!

2

Deixe o seu cabelo longo sem lavar por pelo menos 24h antes de tingir os fios

Uma maneira de proteger o couro cabeludo da irritação e do ressecamento das pontas é utilizar um recurso natural dos fios: a oleosidade. Isso porque quando eles estão oleosos, é criada uma camada protetora que diminui esses dois efeitos gerados pela química. No entanto, não é ideal ficar vários dias sem lavar os fios para tingir, pois a oleosidade natural em excesso pode comprometer a pigmentação e fixação da cor no cabelo.

3

Faça a prova de toque para saber se você tem alergia a algum componente químico da coloração

O primeiro teste a ser feito antes de pintar o cabelo longo é conhecido como a prova de toque. Esse teste é feito para saber se você possui sensibilidade a algum ingrediente da coloração. O teste é muito importante para evitar reações alérgicas graves, coceiras e ardências no couro cabeludo, que é uma região sensível. Por isso, a prova de toque é realizada em partes sensíveis do corpo, como na nuca, na parte interna do antebraço ou atrás da orelha, com a aplicação de um pouquinho do descolorante para saber se alguma reação será provocada. Não deixe de realizar o teste! As instruções para a prova de toque estarão no folheto que vem na caixinha.

4

Faça o teste de mecha para saber se o cabelo longo aguenta a química da coloração

Cabelos frágeis e danificados podem não suportar os ingredientes presentes na tinta de coloração - como a amônia, por exemplo - e resultar em fios quebradiços e manchados. Mas não se assuste! Você pode evitar esses problemas fazendo um teste de mecha, que expõe poucos fios à química, prevenindo que todo o cabelo fique danificado e que você descubra se o tom da coloração é o ideal para atingir a cor dos seus sonhos. Além disso, você pode apostar em uma coloração sem amônia para que os fios continuem saudáveis e com a cor de sua escolha!

5

O que fazer antes de pintar o cabelo longo: divida o cabelo, separe utensílios e aplique creme hidratante

Agora que você já separou as caixinhas e realizou os testes, é hora de dividir o cabelo longo. Essa divisão pode ser em quatro partes, que vai da testa à nuca, de orelha a orelha e, após isso, prenda cada parte com presilhas. Assim, você garante uma organização melhor quando estiver pintando o cabelo longo para que o resultado da coloração seja uniforme em todos os fios. Depois de dividir as madeixas, não se esqueça de separar os utensílios que vão proteger as suas mãos da química, como as luvas e o pincel. Além disso, para evitar manchas ao redor da pele, o recomendado é aplicar um creme hidratante na testa, na lateral do rosto e na nuca.

6

Aprenda como pintar o cabelo longo em casa

Como as pontas do cabelo longo são um pouco mais porosas do que o comprimento, elas podem absorver mais o produto da coloração. Para que a cor seja uniforme, aplique um pouco de condicionador nas pontas do seu cabelo longo antes de pintá-lo. Após dividir o cabelo em quatro partes, separar os itens de segurança e aplicar o condicionador nas pontas, chegou a hora de finalmente tingir os fios!

Para mudar totalmente a cor dos fios, você pode começar a tingir o seu cabelo longo pelas pontas e comprimento dos fios em mechas de até 2 centímetros de largura. Após massagear bem as mechas e pentear o cabelo com pente de dentes largos para espalhar a coloração, aplique o produto na raiz com uma volumagem menor, já que o pigmento na raiz fixa mais rápido do que no comprimento. A região da raiz mais aconselhável para começar a tingir é a da nuca, que é mais fria do que a região da testa e têmporas. Assim, você garante uma cor mais uniforme e uma raiz que não fique acesa como resultado.

7

Deixe pelo tempo indicado na embalagem

A ansiedade para ver como ficou o resultado pode fazer com que você enxágue o produto antes do tempo indicado. No entanto, essa atitude pode manchar os fios, deixando o castanho avermelhado ou o loiro alaranjado, por exemplo. Além disso, deixar o produto agir por mais tempo também não é aconselhável, já que não vai clarear ou escurecer os fios mais do que o esperado, nem fixar a cor e ainda vai deixar os fios mais ressecados e danificados. Por isso, deixe o produto agir pelo tempo certinho da embalagem para que nenhum resultado inesperado aconteça.

8

Lave o cabelo com água fria

Após deixar o produto agir pelo tempo indicado na embalagem, lave todo o cabelo na água fria para promover brilho e fixar o pigmento nos fios. A água quente deve ser evitada por desbotar a cor mais facilmente, além de deixar os fios com mais opacidade. Depois de lavar o cabelo longo, você pode apostar em uma hidratação para deixar os fios saudáveis e sedosos, ainda evitando a água na temperatura elevada.

Matéria publicada em 18 de junho de 2021 por Webedia.